Mercado

As novidades no Google Ads para Retail: mais ferramentas para varejistas

17/09/2018

Quem trabalha com mídia paga precisa estar constantemente atento às mudanças de algoritmos, serviços e até mesmo às parcerias firmadas pelas grandes empresas. Qualquer alteração pode impactar diretamente na sua forma de trabalho e planejamento de campanhas, seja de forma positiva ou negativa. Recentemente, o Google anunciou uma série de transformações voltadas aos anúncios do comércio varejista, entre elas a criação de quatro ferramentas.

Novidades e parceria com o Shopify

Há pouco tempo o Google anunciou que está trabalhando junto com o Shopify para impulsionar as compras por meio de anúncios para varejos e comércios. As duas empresas estão enfrentando uma crescente ameaça por parte da Amazon, e agora buscam unir forças para atingir melhor o público varejista – que a concorrente possui bastante conhecimento dos hábitos e operações.

Continue lendo…

Performance

LinkedIn é líder na geração de leads B2B: descubra como otimizar sua estratégia

17/09/2018

Por muito tempo, o LinkedIn foi considerado uma rede social secundária. A percepção de utilidade baseava-se em uma plataforma para manter seu currículo online. Isso porque o comportamento padrão dos usuários se resumia a acessar sua conta somente quando estavam em um momento de indecisão profissional.

Mas as coisas mudaram. O canal tem feito sucesso não somente entre os perfis pessoais, mas também com as páginas de empresa, que fazem da plataforma uma grande porta para a geração de leads B2B.

Motivos que fazem do LinkedIn a rede social B2B do momento

Um ano mais velha que o Facebook (lançado em 2004), o LinkedIn é uma das redes sociais que apresentaram mais crescimento nos últimos anos. Quando sua compra foi anunciada pela Microsoft, em 2016, a rede contava com 433 milhões de usuários no mundo todo. Só no Brasil, éramos 25 milhões de pessoas conectadas.

Continue lendo…

Mercado

Voice Search: os movimentos do Google para concorrer com a Amazon

17/09/2018

Poucas concorrências tem chamado tanto a atenção nos últimos tempos quanto a batalha entre Google e Amazon. Tudo começou em 2014, quando a gigante do e-commerce mundial anunciou o lançamento do assistente virtual Amazon Echo, tornando-se a primeira empresa a oferecer uma solução de comando por voz com um dispositivo dedicado.

Até então, estávamos acostumados a assistentes virtuais agregados a smartphones e tablets — detalhe que por si só já indica a investida da Amazon. Preocupado com o sucesso da tecnologia, o Google tem feito de tudo para pelo menos concorrer com a solução. Veja os motivos dessa ameaça e o que o buscador tem feito para frear o avanço.

Por que a Amazon Echo se tornou uma ameaça para o Google

Podemos afirmar que a Amazon mirou em um alvo certeiro ao lançar seu gadget, já que o foco do seu uso é doméstico. Representado pelo Alexa, o assistente virtual responde a uma variedade de comandos simples a avançados, como tocar músicas e converter medidas.

Continue lendo…

Data & Insights

Antes novidade, agora necessidade: veja o impacto do Machine Learning na prática em 2018

14/08/2018

Sabe quando você digita algo na busca e o Google sugere exatamente o que você procura? Ou mesmo quando seu Spotify “coincidentemente” recomenda músicas que têm a sua cara? Pois é. Acontece que essas bruxarias não são apenas coincidência. Trata-se de você interagindo com dispositivos inteligentes baseados no Machine Learning.

Um estudo promovido pela iProspect India com 250 marcas em todo o mundo desafia a teoria para apresentar uma realidade em que o Machine Learning já é uma prática recorrente. Em seguida, você confere algumas aplicações desse processo que treina os algoritmos para aprender com os dados e fornecer resultados precisos.

Continue lendo…

Performance

Geração de leads: como entender o comportamento coletivo dentro das empresas

14/08/2018

Negociar com grandes empresas não é uma tarefa fácil. Geralmente as decisões são tomadas em grupo e convencer várias pessoas de que sua proposta é a melhor pode ser um belo desafio. Neste sentido, é importante entender como o comportamento coletivo influencia a escolha do fornecedor para usar esta postura em favor da sua organização, inclusive na geração de leads.

Como o grupo age na escolha do fornecedor

Para entender como o coletivo impacta a decisão por um fornecedor, a companhia B2B Marketing e a agência global gyro realizaram uma pesquisa com 113 profissionais de marketing de empresas B2B de várias partes do mundo, além de conversarem com seniores da área. Os resultados do estudo formaram o documento Group.Mind.Set – How Group Dynamics Impact B2B Decisions, que você conhecerá os destaques neste artigo.

Continue lendo…

Inspiração

Boas práticas de paid search, voice search e mobile para trabalhar com novas mães

14/08/2018

Quem trabalha com paid search sabe que conhecer os comportamentos de compra dos seus potenciais clientes é fundamental para que sua estratégia dê certo. No entanto, às vezes é preciso realmente vivenciar a situação do público-alvo para entender melhor como é sua experiência e, disso, tirar diversos insights.

Quando se tornou mãe pela primeira vez, Maggie Siegler, diretora de Mídia Paga de uma das agências IProspect, se deparou com uma realidade totalmente nova. Ela passou um tempo de licença se preparando para a chegada do bebê e, como uma boa profissional de marketing digital, usou a internet para sanar suas dúvidas sobre maternidade.

Seus hábitos de compra e relacionamento com a internet e com os dispositivos mudaram completamente com o bebê. Ao se deparar com esta nova situação, ela teve alguns insights de como potencializar suas estratégias de paid search e outras oportunidades que podem ser exploradas quando se trabalha com novas mães.

Continue lendo…

Data & Insights, Destaques

A influência da tomada de decisão baseada em emoção nas parcerias B2B

26/07/2018

Se sua empresa está se adaptando à Economia Digital, é possível que você ouça diariamente a importância de uma cultura de negócios data-driven, certo? Nós mesmos já abordamos aqui a importância de os dados conduzirem estratégias. Isso ainda vale, claro, mas uma pesquisa inédita trouxe insights valiosos sobre a decisão baseada em emoção.

Em parceria com o Financial Times, a gyro, agência global focada no mercado B2B, desenvolveu o estudo The Business Feeling Index com leitores do jornal. Durante o primeiro trimestre de 2018, 315 executivos de todo o mundo foram consultados a respeito das emoções que influenciam suas parcerias de negócios. Confira os principais highlights!

Continue lendo…

Data & Insights

Como o Marketing de sustentabilidade é visto pelos profissionais e empresas

18/07/2018

Um tema que está ganhando cada vez mais destaque é a questão ambiental. Diversos grupos sociais estão se mobilizando pelo meio ambiente, pressionando governos e até mesmo grandes companhias para tomarem atitudes concretas apoiando a causa. Gigantes como Starbucks e Lego já anunciaram medidas para reduzir o uso de plástico, respondendo aos clamores deste público. Mas, de modo geral, será que as empresas e profissionais estão atentos às oportunidades do chamado marketing de sustentabilidade e seu impacto na reputação das marcas?

Para responder esta pergunta e se aprofundar no assunto, a plataforma global de mídia The Drum e a agência mundial gyro, especializada em B2B, realizaram uma pesquisa com mais de 200 marcas e agências dos mais diversos setores. A Mind the Gap: how marketers feel about sustainability procurou entender como os profissionais de marketing avaliam o impacto no meio ambiente das empresas que atuam, as dificuldades que enfrentam ao trazer o tema da sustentabilidade dentro das companhias e como eles enxergam seu papel neste processo e na comunicação com os altos executivos das instituições.

Continue lendo…

Destaques, Inspiração

Uber cria plataforma B2B que vai ajudar transporte de pacientes para consultas e hospitais

05/07/2018

O Uber lançou recentemente o Uber Health, um serviço B2B destinado aos hospitais e convênios dos Estados Unidos. A iniciativa busca otimizar o transporte dos pacientes e idosos para suas consultas ou hospitais de uma forma nada convencional – pelo menos para os padrões da empresa: o agendamento da corrida será feito pelo hospital ou consultório, via mensagem de texto, com até um mês de antecedência. Ou seja, o paciente vai ter seu transporte garantido e não precisa ter o app ou um smartphone para utilizar o serviço. Como se a plataforma colocasse em prática a disrupção em sua própria entrega.

Continue lendo…