Performance

Snippets – como breve descrições na busca auxiliam seus potenciais clientes

03/01/2019

O Google tem um longo histórico de grandes mudanças em suas páginas de resultados do Search Engine (SERPs). Com cada alteração que eles fazem, eles têm como objetivo trazer informações aos usuários mais relevantes para a consulta de pesquisa e ajudá-los a encontrar suas respostas mais rapidamente.

Uma dessas mudanças, projetada para ajudar os usuários a encontrar respostas mais rapidamente, é o Snippets em destaque.

O que são snippets em destaque?

Um snippet em destaque é quando o Google exibe a resposta para a consulta de um usuário diretamente nas SERPs. Eles costumam ser chamados de “Posição 0”, pois o snippet geralmente é exibido acima de todas as listagens orgânicas.

Eles são particularmente comuns em pesquisas com base em perguntas, como pesquisas “por que” ou “como”.

Quantos tipos de trechos em destaque existem?

Continue lendo…

Inspiração

Como combater Fake News com conteúdo orgânico e SEO

02/01/2019

Notícias falsas estão em toda parte e agora representam uma parte inevitável do nosso dia-a-dia. Algumas escolas agora ensinam jovens a usar ferramentas de checagem de fatos para diferenciar entre notícias reais e falsas.

Para os profissionais de marketing digital de hoje, combater a desinformação através da checagem de fatos é agora ainda mais essencial, especialmente com a crescente importância da qualidade, conteúdo rico e profundo no portfólio digital de uma marca.

Neste post detalhado, Natalija Abrams, Gerente Técnico de SEO, e Shaun Hill, Diretor de Marketing de Conteúdo, explicam a posição do Google em notícias falsas, os problemas em torno deste problema crescente e o que isso significa para SEO e Marketing de Conteúdo.

O que o Google está fazendo para corrigir notícias falsas?

Do ponto de vista do Google, “bom” é sinônimo de “real”. Já se passaram 12 anos desde que o Google solicitou uma patente para “um sistema de mecanismo de pesquisa (que) fornece resultados de pesquisa classificados de acordo com uma medida da confiança”. Isso marcou o nascimento do TrustRank. Sabemos agora que o Google usa sites nos quais eles confiam, e essa confiança é medida em seu algoritmo com o TrustRank. É, portanto, uma métrica essencial para seus esforços de SEO.

Recentemente, a gigante da Califórnia prometeu investir US $ 300 milhões (cerca de £ 230 milhões) nos próximos três anos para apoiar essas metas. Lançada em junho de 2018, a Iniciativa do Google Notícias ilustra o compromisso do Google em lidar com notícias falsas.

O esquema tem três objetivos específicos:

Continue lendo…

Performance

Facebook lança nova ferramenta de atribuição

01/01/2019

Michael Price, Diretor Senior de Social Midia da iProspect compartilha conosco sua visão sobre a nova ferramenta de atribuição do Facebook.

Na sexta-feira 19 de outubro, o Facebook lançou sua ferramenta de atribuição após um ano de testes alfa e beta em sua primeira interação. Essa ferramenta ajudará a resolver os desafios de medição em vários canais, dispositivos, navegadores e medições on-line e off-line, usando uma metodologia de incrementalidade orientada por dados baseada em machine learning. Entender a atribuição é importante, pois ajuda os anunciantes a tomar decisões mais exatas em relação à alocação do orçamento, o que permite que as marcas maximizem o ROI, transferindo verba de anúncios para os canais e plataformas de melhor desempenho.

Como funciona

“O Facebook Attribution, criado com base em insights baseados em pessoas, oferece uma visão mais completa do seu desempenho de marketing entre editores, dentro e fora do Facebook e em canais e dispositivos. Veja uma imagem mais completa do impacto entre dispositivos e entre editores. Atribua crédito a pontos de contato de marketing ao longo da jornada do consumidor para entender o que impulsiona os resultados de seus negócios. ”

Nós aprofundamos isso para entender melhor essa nova ferramenta. Usando uma combinação de pixel do Facebook, SDK, conversões offline e parâmetros UTM existentes, o Facebook é capaz de rastrear o caminho de conversão de um consumidor, combinando-o com uma variedade de modelos para entender quais pontos de contato devem receber crédito por uma determinada conversão. Para os anunciantes que não têm parâmetros UTM já implementados em suas páginas de destino, as opções de tags de URL estão disponíveis, embora haja limitações nos dados que o Facebook pode acessar de editores maiores, como o YouTube e o Snapchat. Por fim, esses pontos de contato são combinados com dados de pixel do Facebook para desvincular o alcance e fornecer dados de medição e atribuição baseados em pessoas (algo que não é possível para rastreamento e tags baseados em cookies). Por fim, nas propriedades de propriedade do Facebook, essa ferramenta de atribuição pode alavancar eventos de conversão baseados em pixel para criar modelos de atribuição de estatísticas que medem o aumento incremental gerado por suas campanhas do Facebook.

É importante observar que, embora o Facebook ofereça esse produto gratuitamente, ele também é integrado a vários parceiros de medição terceirizados que oferecem ferramentas de atribuição semelhantes por uma taxa. Para os anunciantes que já trabalham com esses parceiros, vale a pena explorar esses relacionamentos existentes para explorar modelos de atribuição mais precisos e robustos e ir além da atribuição do último toque.

 

Performance

Como tirar mais proveito de seu parceiros de mídia programática

01/01/2019

Thiago Ricardo, que último outubro se juntou a iProspect Australia, escreve no The Byte como usar melhor seu parceiros de mídia programática.

De acordo com as mais recentes Previsões de Gastos em Rede da Dentsu Aegis, rede a qual pertence a Redirect,  os gastos com mídia programática globais devem crescer 23,2% em 2018 e 19,1% em 2019. Marcas e agências em todo o mundo desejam continuar explorando a oportunidade de alcançar seus  mais valiosos públicos em escala, usando a mídia programática para consolidar estratégias de compra em formatos e dispositivos.

Apesar da tendência mundial de agências oferecerem compras programáticas internas como um serviço para seus clientes, o uso de parceiros de mídia de terceiros, como mesas de negociação, ainda é uma parte importante do mix de estratégia de desempenho. Para se diferenciarem entre si, as mesas de operação desenvolveram tecnologias proprietárias separadas e criaram uma ampla gama de ofertas exclusivas para ajudar a fornecer soluções para os diversos desafios de negócios dos anunciantes.

Um exemplo dessa busca por diferenciação pode ser observado em mesas de negociação usando tecnologias mais recentes, como machine learning para analisar grandes volumes de dados, e bidders automáticos para realizar otimizações em tempo real e extrair o máximo valor possível de cada impressão.

Essas técnicas também estão sendo usadas para ouvir fluxos de lances em vários DSPs e para comparar dados coletados com fornecedores de dados de terceiros para criar segmentos personalizados e prever o desempenho potencial de públicos-alvo não segmentados.

Veja a matéria completa aqui.

Mercado

O bom design que gera negócios

01/01/2019

A experiência do consumidor é um dos pontos de atenção mais importantes para o B2B na Economia Digital. Uma boa experiência depende de pesquisas e testes, sempre focados no usuário. A melhor aposta, segundo Guy Jarvie, head of experience  na iProspect US, é testar, aprender, falhar rapidamente, e limitar os impactos dos erros.

É isso que ele fala em um artigo que explica melhor essa relação entre a confiança do consumidor, bom gosto e os frutos de um design caprichado.

 

Inspiração

Veja dicas para melhorar o uso do Instagram Stories

31/12/2018

O Instagram recentemente deu uma bela chacoalhada no mercado com o lançamento do IGTV, sua nova plataforma para publicação de vídeos mais longos: o elo que não existia entre Snapchat e Youtube. Mas mesmo assim o Stories tem provado ser extremamente efetivo como uma ferramenta interativa na jornada do cliente. 

Você já parou para pensar se sua marca está utilizando bem todos esses recurros? 

Nesse artigo você fica por dentro de algumas das melhores práticas para sua próxima ação com Stories do Instagram. Mas lembre-se: um olho no Stories e outro no IGTV.

Mercado

Conheça quatro dicas para manter o sucesso em canais sociais

31/12/2018

Redes sociais são extremamente importantes para as estratégias B2B. Sucesso nas redes não é apenas sobre postar belas fotos no Instagram ou amplificar um vídeo na plataforma com menor CPV. Clare Graham é Digital Strategist na iProspect Melbourne, e publicou esse artigo no portal The Byte, no qual ela explica melhor como é a arte  da estratégia e planejamento eficaz para suas campanhas. Obrigatório.

 

 

 

Performance

LGPD: o que muda na utilização e armazenamento dos dados

17/09/2018

A aprovação de leis como a GDPR (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados, em inglês), na União Europeia, e a LGPD (Lei Geral de Proteção dos Dados), no Brasil, mudou as políticas que vinham sendo adotadas pelas plataformas e alterou o trabalho do marketing das empresas que utilizam essas informações.

Após a mudança da legislação, outra questão importante que também entrou no radar dos profissionais de marketing e organizações é a qualidade e confiabilidade desses dados – e até se sua coleta agora está dentro da lei.

Qualidade dos dados

Mapear a jornada do consumidor do início ao fim é uma das estratégias mais usadas no marketing digital. Segundo o diretor geral de inteligência de dados da iProspect, Tom White, esse procedimento ajuda as empresas a conhecer seu comprador e a descobrir como impactá-lo com a melhor experiência de marca, além de auxiliar no entendimento do valor de cada canal no caminho do cliente até a conversão.

Continue lendo…

Performance

Estratégias e insights na hora de usar os filtros do Snapchat e Stories

17/09/2018

As redes sociais são os canais do momento. As plataformas estão constantemente trabalhando em novas formas de engajar o público e em proporcionar um espaço próspero para as marcas. São tantos recursos e possibilidades disponíveis que às vezes pode ser difícil enxergar o potencial de cada ferramenta para melhorar os resultados de suas campanhas.

Em um artigo especial para o Dia do Selfie, especialistas de Mídia Paga da iProspect relataram como as marcas podem trabalhar com alguns recursos oferecidos pelas redes sociais em campanhas, focando nas ferramentas de filtro e lentes do Snapchat. Alguns insights também podem ser aproveitados em outros canais, como o Stories do Instagram.

Snapchat, realidade aumentada e experiência de marca

Atualmente a câmera é método principal com que as pessoas compartilham conteúdo, segundo o diretor de Mídia Paga, Sebastian Redenz. O profissional considera que o Snapchat foi a rede social que verdadeiramente entendeu esse comportamento, sendo a primeira plataforma a aproveitar os anúncios em realidade aumentada para criar uma experiência de marca imersiva que coloca o consumidor no centro.

No Snapchat, as lentes e filtros usam a realidade aumentada para alterar os conteúdos que os usuários mandam para seus contatos – a mesma lógica se aplica aos filtros do Instagram. Dentro dessa dinâmica, as empresas podem patrocinar um design seu para aparecer nas opções das pessoas quando elas forem postar uma foto. Dependendo da ferramenta e das configurações de campanha, essa imagem pode estar disponível apenas por um período exclusivo, para toda base ou para públicos segmentados na plataforma.

Mas, por que as empresas devem considerar investir nesse formato de anúncio? Para Cat Chappell, diretora de Contas de Mídia Social Paga, a razão principal é que essas ferramentas são divertidas de se usar: ao adotar essa estratégia, coloca-se o elemento diversão no engajamento do consumidor com a companhia. Além disso, cria-se um espaço para o público interagir com a organização de maneira controlada e disponibiliza-se um efeito especial para quem age como “embaixador” da sua marca.

Continue lendo…

Mercado

Youtube deixa ambiente mais “seguro” para marcas e veiculação de seus produtos

17/09/2018

Manter uma boa imagem diante do público é uma das maiores preocupações das empresas. Ainda mais na internet, pela facilidade e velocidade com que as informações – mesmo que falsas – são propagadas, todo cuidado é primordial para não manchar a credibilidade da organização. As plataformas, após uma série de casos polêmicos, começaram a se preocupar com o assunto e a aprimorar seus algoritmos para dar mais segurança aos anunciantes. Neste sentido, nos últimos meses algumas mudanças foram implementadas pelo Youtube para melhorar a exposição das marcas em seu site.

A Atualização do Youtube: Inventory types

O Youtube recentemente anunciou a criação de três modalidades de controle por parte dos anunciantes, para reduzir o risco de sua marca ser veiculada a conteúdos que não reflitam seus valores, sejam ofensivos e acabem prejudicando a imagem da companhia. Estas ferramentas irão substituir os modelos anteriores a partir de meados de Agosto de 2018. Vamos conhecê-los:

Continue lendo…