Mercado

Youtube deixa ambiente mais “seguro” para marcas e veiculação de seus produtos

17/09/2018

Manter uma boa imagem diante do público é uma das maiores preocupações das empresas. Ainda mais na internet, pela facilidade e velocidade com que as informações – mesmo que falsas – são propagadas, todo cuidado é primordial para não manchar a credibilidade da organização. As plataformas, após uma série de casos polêmicos, começaram a se preocupar com o assunto e a aprimorar seus algoritmos para dar mais segurança aos anunciantes. Neste sentido, nos últimos meses algumas mudanças foram implementadas pelo Youtube para melhorar a exposição das marcas em seu site.

A Atualização do Youtube: Inventory types

O Youtube recentemente anunciou a criação de três modalidades de controle por parte dos anunciantes, para reduzir o risco de sua marca ser veiculada a conteúdos que não reflitam seus valores, sejam ofensivos e acabem prejudicando a imagem da companhia. Estas ferramentas irão substituir os modelos anteriores a partir de meados de Agosto de 2018. Vamos conhecê-los:

Standard Inventory Mode

Este será o modelo padrão recomendado pelo Youtube e usado no Google Ads caso a empresa não mude as configurações. Esta opção é um nível intermediário entre o alcance de exposição e a veiculação da marca em conteúdos mais polêmicos, automaticamente agindo para evitar que os anúncios sejam divulgados em determinados vídeos – que tenham excesso de violência ou linguagem obscena, por exemplo.

Limited Inventory Mode

Esta opção é a mais restritiva, excluindo a divulgação da marca em situações como uso de linguagem obscena em vídeos musicais ou de comédia, por exemplo. Desta forma, a exposição dos anúncios é reduzida – o que pode ser um problema, pois há a possibilidade das publicidades não serem veiculadas em conteúdos de cultura pop com grande alcance. Este modelo deve ser escolhido por organizações com diretrizes mais rigorosas que não permitem a associação com este tipo de material.

Expanded Inventory Mode

O terceiro modelo é o mais flexível, tendo menos regras rígidas para os canais e, assim, aumentando a possibilidade de alcance da marca. Todos os conteúdos passaram pelo crivo de monetização do Youtube, no entanto, o grau de violência, linguagem obscena e outros elementos possivelmente polêmicos é maior.

Dicas para cuidar da imagem da marca no Youtube

Com essas alterações, os profissionais de marketing e empresas devem discutir sobre suas estratégias de mídia paga na plataforma para analisar qual dos modelos é o mais indicado para sua imagem e exposição. A gerente de Display de uma das agências IProspect, Lacey Tompkins, trouxe 3 dicas simples para ajudar esse processo:

Confirme e rediscuta as diretrizes da empresa, avaliando o tipo de conteúdo que é adequado para sua marca;
Converse com sua agência de publicidade e marketing ou representante do Google para avaliar a estratégia atual e como melhorá-la;

Reflita sobre a segurança da imagem de sua marca e adequação da mensagem com seus parceiros, não somente considerando o Youtube, mas as mais diversas mídias.

Além disso, é possível acessar as tabelas que o Youtube montou para esclarecer os tipos de conteúdo que são observados, o contexto de sua utilização e o grau de impacto desses temas, trazendo quais são restritos ou aceitos nos diferentes Inventory Mode.

Com todas estas atualizações, o Youtube busca melhorar a exposição das marcas ao tentar criar um ambiente mais seguro para as empresas e seus produtos. Leia mais sobre as mudanças no artigo YouTube’s New Default Mode Ensures Brand Suitability.

Você pode gostar também

Sem comentários

Responda