Destaques, Performance

Quem disse que vídeos B2B não podem ser divertidos e eficazes ao mesmo tempo?

04/07/2018

Já passou da hora de quebrar o paradigma de que vídeos B2B não funcionam como produtos para trabalhar bem com branding e geração de leads, além do bom e velho entretenimento. Segundo um levantamento feito recentemente pelo gabaritado Content Marketing Institute, a pergunta agora não é mais “será que funciona?” e sim “como posso utilizar essa ferramenta”?

O estudo aponta que 47% dos entrevistados contam com vídeos entre suas principais ações de conteúdo.  Novas ferramentas e diferentes plataformas de vídeo estão no brilho dos olhos de 24% dos profissionais consultados. Também consideram que essa estratégia visual – somada a diferentes formatos, como live-streaming –  são utilizados por 72% por seus clientes. A pesquisa foi realizada com profissionais da área que compareceram ao mais recente evento anual do CMI realizado em Cleveland.

E quais seriam as vantagens de utilizar essa plataforma em sua estratégia? Bom, além de estar bem posicionado no YouTube (esse canhão moderno de visibilidade), é a forma menos invasiva de você falar sobre os valores e propósitos de sua empresa, da maneira mais facilmente assimilada nos recentes hábitos virtuais dos clientes, além e ser um robusto complemento para outras estratégias que envolvam newsletter, redes sociais, paid search, etc.

Você pode ter acesso a esses dados e mais uma avalanche de informação boa no relatório completo. Leia mais…

Caso você ainda não utilize esse recurso, pode fazer o seguinte exercício mental: imagine como você iria explicar o que sua empresa está oferendo? Qual seria a melhor maneira de mostrar a diferença da sua entrega em relação a concorrência, salientando sua eficiência e resiliência? Como que sua audiência pode entrar em contato com você? Como você faria um vídeo tutorial para sua base?

E aí? Conseguiu visualizar mentalmente isso tudo em formatos bem espertos e descolados? Talvez você já esteja mais do que pronto(a) para lançar seu vídeo B2B.

Você pode gostar também

Sem comentários

Responda