Data & Insights

Tomada de decisão na economia digital é inspirada por dados

26/06/2018

Uso estratégico dos dados são a base para uma comunicação mais relevante. A organização, disponibilidade, e principalmente como acioná-los de forma eficiente são o caminho para a transformação digital.

Os dados continuam como um ponto crítico que as marcas precisam dominar

Futurologistas já enfatizam a importância dos dados há muitos anos. Com novas tecnologias conectando conjuntos de base de forma eficaz, tais informações estão se tornando uma moeda comum em todas as organizações. Enquanto “nem todos os dados são criados na mesma maneira” se tornou um mantra cansativo, esse é um fato que os empresários não podem esquecer. A tomada de decisão baseada em dados depende menos de uma coleta grande; as marcas mais bem-sucedidas se concentram no conjunto de informações que adicionem valor em vez de volume. Qualquer marca que estiver experimentando mídia programática entenderá a importância dos dados para um direcionamento certeiro. Se as marcas usaram dados em suas estratégias de 2016, no ano seguinte elas capitalizaram aprendizado com uma base preparada para entregar uma estratégia consolidada e uma vantagem competitiva real. Os que não fizeram, ficaram para trás.

Investindo em estratégia de dados

As marcas evoluíram de um modelo de simples coleta de dados para um modo mais estratégico. Isso significa identificar dados confiáveis e relevantes para o negócio e organizá-los continuamente e com agilidade por meio de ferramentas adequadas, retroalimentando o business. Uma boa estratégia reconhece que não há uma única fonte de dados que possa responder todas as perguntas. O valor real é extraído quando se fazem as conexões corretas entre os dados disponíveis. As marcas devem investir cada vez mais tempo e esforço na construção de uma visão única de seu cliente. Os dados e a infraestrutura serão propriedade da marca, trazendo sinais conhecidos e desconhecidos para formar essa visão holística do cliente que sirva para toda a organização do marketing de produto até o financeiro.

Case Study: Eurostar

Eurostar construiu uma infraestrutura única de visão de cliente (Single Customer View – SCV) encontrada no produto  On Board Entertainment. Dados de website e apps, dados de vendas, registros de serviço e interações são combinados para fornecer uma visão 360° do cliente. Uma Plataforma de Gestão de Dados (DMP) aproveita esses dados para atingir audiências e impactar de forma personalizada, além de alimentar interações de mídia offsite para a SCV. Esse é um excelente exemplo de como aproveitar todas as frentes de dados disponíveis para beneficiar toda a organização.

Marcas ficam mais criativas ao gerar mais dados primários

Algumas marcas assumem que não têm muitas informações, sem perceber o valor dos dados primários (1st party data) à sua disposição; de CRM até estatísticas de navegação no website e de campanhas de marketing. Esses são os dados mais valiosos disponíveis a qualquer marca, porque são sua fonte direta e mais pura de informação disponível e exclusiva da marca. O objetivo estratégico para os empresários, portanto, deve ser procurar novas maneiras pelas quais podem aumentar o volume de data de primários para suas marcas e entregar melhores resultados. Cada vez mais, para muitas marcas, o conteúdo direcionado oferece a resposta. Criar e mensurar conteúdo personalizado que atenda uma necessidade específica do cliente oferece às marcas uma nova maneira de capturar dados sobre comportamentos com potencial para aproveitá-los em comunicações futuras.

Case Study: Starwood Hotels

O website de viagens do Starwood Hotel – que pertence ao grupo Marriott – foi concebido para entregar um conteúdo exclusivo para viajantes sobre tópicos como entretenimento, alimentação, bebidas e cultura. Em vez de empurrar uma venda aos usuários, o Momentum (imagem que abre o post) foi construído para capturar dados primários relacionados a interesses de viagem e destinos que em seguida podem ser usados no futuro para criar comunicações altamente direcionadas.

Você pode gostar também

Sem comentários

Responda